CLÍNICA ODONTOLÓGICA

A EMPRESA DEPOIMENTOS FALE CONOSCO
(15) 3243-6835

Image title


Riscos na colocação de piercings bucais

Muitos jovens desejando surpreender amigos ou familiares, colocando piercing bucal, muitas vezes acabam surpreendidos por uma doença ou mesmo uma fratura no dente.

Apesar de não serem favoráveis ao seu uso, alguns dentistas dizem que o piercing dental, a seu ver, traz menos riscos que outros piercings bucais. E informam que o assunto, que é recorrente entre os jovens e que parece uma prática inofensiva, traz riscos que vão muito além somente da beleza plástica. Quem pretende colocar esse acessório, mesmo sabendo dos perigos, deve procurar uma clínica segura, que siga corretamente as normas de biossegurança.

Os piercings bucais são mais utilizados na língua, no lábio e na bochecha. A colocação é feita através da perfuração desses tecidos moles. O piercing dental, que é a tatuagem do dente, é a colocação de um cristal no dente por métodos adesivos. Este procedimento é semelhante à colagem de um bráquete ortodôntico de aparelho fixo: nenhuma estrutura dentária é prejudicada nem desgastada. Não é preciso aplicar anestesia, pois o procedimento é indolor. O dentista apenas coloca um adesivo no dente e fixa o piercing, que ficará aderido por alguns meses.

Piercings bucais podem oferecer vários riscos aos usuários. Primeiramente, há o risco de infecção ou reação alérgica ao procedimento cirúrgico com a colocação da joia. Se não forem respeitadas as normas de biossegurança, pode haver contaminação com o vírus da hepatite B e C, com o HIV, tétano e outras doenças. Ocorre também o favorecimento de acúmulo de placa bacteriana, que contribui para processos inflamatórios. Outro risco é a fratura dos dentes, pois o piercing é uma joia, e a movimentação da peça dentro da boca pode quebrar ou lascar os dentes. Dependendo do local em que é colocado, também pode atrapalhar na dicção, principalmente quando colocado na língua.

No piercing dental, como é colado, não há riscos de infecção, entretanto, se o paciente não fizer uma boa higiene bucal, isso pode também favorecer o acúmulo de placa bacteriana ao redor do cristal, aumentando a chance de desenvolver cárie no dente. Há ainda o risco de aspirar a joia por deglutição. Esses são os riscos mais comuns relatados na literatura, porém pode haver ainda maiores consequências, como a formação de cistos, inflamações e infecções mais profundas. Há relatos igualmente de que os piercings podem causar uma retração gengival, ou seja, um afastamento da gengiva e modificação da sua anatomia, o que pode expor os dentes a uma maior sensibilidade dolorosa.


Clínicas odontológicas em Votorantim/SP

FALE CONOSCO

Executa - Gestão de Internet